RECEBA AS PRINCIPAIS NOVIDADE DE BRASÍLIA NO SEU EMAIL







Cantora americana Billie Eilish acaba de lançar o documentário “The world’s a little blurry” pela Apple TV+

Cantora americana Billie Eilish acaba de lançar o documentário  “The world’s a little blurry” pela Apple TV+
  • Home
  • Música
  • Cantora americana Billie Eilish acaba de lançar o documentário “The world’s a little blurry” pela Apple TV+

Cantora americana Billie Eilish acaba de lançar o documentário “The world’s a little blurry” pela Apple TV+

O documentário começou a ser filmado quando Eilish tinha 15 anos e durou até os 18, quando ela foi ganhadora de 5 Grammys Awards. O diretor R.J Cutler conseguiu extrair momentos únicos e marcantes da trajetória da jovem adolescente que tem uma legião de fãs espalhados pelo mundo .

Billie Eilish pode ser considerada uma prodígio musicalmente. Ela e o irmão Finneas O’Connel, produtor e parceiro nas composições das canções da superstar, foram criados em um ambiente musical e os pais deram total liberdade para que a dupla produzisse.

Billie toca violão, Ukelele, piano, canta, dirige os próprios videoclipes, além de desenhar para sua marca de roupas e acessórios chamada Blosh.

Em seu caderno de letras e desenhos ela anota suas ideias de clipes que deseja dirigir. As asas de “All The Good Girls Go To Hell” estão lá, também ‘When The party is over,” com as lágrimas negras.

O premiado álbum ‘ When We All Fall Asleep Where Do We Go?” foi produzido nas casa dos pais em Highland Park em Los Angeles na Califórnia e trata de questões pertinentes aos adolescentes atuais, como depressão, tristeza e solidão.

Maggie Baird, mãe de Billie comenta no documentário o quão difícil é ser adolescente nos dias atuais. “Não ė fácil ser adolescente no mundo em que vivemos. Os jovens estão deprimidos, isso é real. Eles estão preocupados com questões ambientais, o ódio, o uso de drogas”.

Essa sinceridade e abertura fazem com que a cantora seja considerada uma das grandes promessas atuais em um cenário pasteurizado e superficial da indústria fonográfica. Os fãs se identificam com a veracidade dos sentimentos expressos pela cantora e a tratam com se fossem amigos íntimos .

“Meus fãs são como minha família, uma extensão de mim mesma. Quero dar à eles o mesmo que recebo em amor e respeito”. Exemplo a seguir por todas as celebridades que esquecem dos fãs no primeiro disco de ouro.

Eilish é um fenômeno mundial que acumula bilhões de streamings no Spotify, mais de 70 milhões de seguidores no Instagram e inúmeros hits que agradam todo tipo de público.

Famosos como JLo, Kathy Perry, Billie Amstrong (Green Day), Dave Grohl (Foo Fighters), além de astros de Hollywood como Leonardo di Caprio, Melissa McCarthy e Julia Roberts são fãs da cantora.

Ela mesma tem seus ídolos ela é uma das maiores fãs do cantor Justin Bieber, que ela descreve como sendo seu primeiro amor.

Eles fez um remix de seu hit ‘Bad Guy’ e agora é seu amigo e confidente.

No filme um dos destaque é a cena do dia em que Billie conheceu o ídolo no festival Coachella em 2019. “Eu estava em frente ao palco para a apresentação da Ariana Grande e ele veio me abraçar e falar comigo. Na hora eu fiquei apavorada e corri. Ele ficou parado me olhando esperando que eu fosse até ele. Quando eu o abracei eu chorava e soluçava e ele me abraçava com força”.

Justin mandou uma mensagem de texto para Billie neste mesmo dia a elogiando. “Você é muito especial não pelo que pode fazer, mas por quem você é. Estou muito impressionado com sua aura e sua presença. Esta noite foi especial pra mim assim quanto foi pra você. Estou animado para ver você florescer”.

Mas nem tudo são flores na vida e no documentário o seu antigo namorado o rapper Brandon Adams aka Q deixa a desejar.

Billie com sua agenda cheia de compromissos e em meio a turnês se dedica ao relacionamento mas o garotão parece não valorizar. O que tudo dá a entender no filme é que Q é fonte direta de inspiração para a música ‘Xanny’ que trata do abuso de álcool e maos especificamente do opióide Xanax, muito usado pelos rappers e inclusive causador da várias overdoses entre eles.

Adepta do organismo, Eilish não bebe, não fuma e muito menos usa drogas, ela faz parte de uma geração que é voltada para as causas sociais e ambientais, ativismo e teme o futuro do planeta.

Sim, Eilish é a face do novo mundo que tanto esperamos onde jovens transbordam sentimentos, expressam seus pensamentos e colocam pra fora o que não serve mais. Eles criam, afetam milhões e tem dentro de sí todo o amor do mundo.

Se você é fã prepare-se para se emocionar e entender um pouco do universo desta promessa.

 

Confira o Trailer

 

Texto: Paula Pratini (paulapratini@gmail.com)

Mais Atrações na Cidade

Quintal CCBB

Quintal CCBB Brasília – De 24 de julho a 15 de agosto, o Quintal CCBB reúne música, gastronomia e experiências ao ar livre. Saiba mais aqui!

VIBRAR

Vibrar, o mais novo complexo de entretenimento e gastronomia a céu aberto de Brasília. Confira aqui a programação do VIBRAR.

Dhi Ribeiro no Dolce Far Niente

Dolce Far Niente apresenta Almoço com Dhi Ribeiro a partir deste domingo (4/7). De julho a agosto, a cantora faz shows com muito samba em Brasília. Saiba mais!

Documentário Os Quatro Paralamas

Documentário revela recordações afetivas dos primórdios de uma das bandas de rock mais bem-sucedidas da música brasileira: Os Paralamas do Sucesso. Confira!