Commercial São Benedito: o lugar que faltava em Brasília

Commercial São Benedito: o lugar que faltava em Brasília

Commercial São Benedito: o lugar que faltava em Brasília 

Commercial São Benedito, localizada na 704/705 Norte, tem a proposta de resgate da memória e consumo consciente e local. A mercearia que toca o passado afetivo.

O Commercial São Benedito instalado no começo da Asa Norte é a nova opção de experiência de loja que toca o passado afetivo de boa parte dos brasilienses. Em cada canto, em cada produto escolhido, em cada quitute criado, no bom e velho PF do almoço e até na fachada com letreiros do letrista Filipe Grimaldi, há elementos que provocam uma viagem no tempo, lá para o Brasil rural do interior do Sul, do Sudeste, do Centro-Oeste, do Nordeste e do Norte.

Mariana Dap, uma das proprietárias do espaço, conta que “é o tipo de loja dos anos 40” com todo o conceito que ela carrega, e que recebia um nome diferente em cada região, secos e molhados, mercearia, bolicho, armazém, bodega, boteco. A mercadoria vendida é produzida, em sua grande maioria, nos arredores de Brasília por pequenos produtores e, “além do resgate da memória, os produtos são ecológicos, usam insumos retirados com consciência, são biodegradáveis, feitos com o que tem em volta, com o que não agride o meio ambiente”, ressalta Mariana.

Para os moradores mais antigos de Brasília, certamente o lugar vai despertar sentimentos de volta ao passado, de simplicidade do interior, de espaço que acolhe com consciência. Para os mais novos, que não viveram a experiência do armazém na sua infância e juventude, o lugar ensina o que era o Brasil rural da casa da vó.

 

 

Pensamento consciente e atual

Mariana explica que o lugar é mais do que algo poético para despertar a memória. Ela conta que esse tipo de negócio, de volta para o passado com consumo consciente, se repete em vários lugares e tem como proposta real entregar o que o país está precisando hoje, o consumir consciente, o combate ao desperdício, pensar bem no que está se jogando no lixo, para onde vai esse lixo e o que ele vai virar.

As mercadorias comercializadas têm duas propostas. Uma delas traz insumos produzidos por agricultores familiares de localidades próximas, trabalhando com a disponibilidade que a produção local oferece e com a sazonalidade dos próprios produtos, como as frutas por exemplo, “hoje tem limão, na próxima semana tem seriguela”. Esses itens são vendidos no varejo, então se a pessoa precisar de um limão ou um ovo, pode comprar a unidade e levar para casa embalada no saco de papel. Além das frutas e verduras, são vendidas compotas, pimentas, conservas, farinhas especiais e outras delícias.

A outra proposta, faz chegar ao consumidor os produtos que são vendidos em secos e molhados no interior do Brasil. A ideia é de resgate da memória e da história de construção do país com algo que está na lembrança dos pioneiros da nossa cidade. Assim, quem for ao Commercial São Benedito encontra a cajuína e a rapadura do Nordeste, a erva-mate, cuia e bomba para fazer chimarrão, há os doces e a cachaça de Minas, além de brinquedos simples que remetem às antigas brincadeiras, utensílios para plantas, vassouras, canecas, chapéu, pente e outras mercadorias.

Commercial São Benedito:

O espaço também capricha no cardápio feito pela chef Daianne Martins. Tem almoço e jantar com pratos exclusivos para cada dia da semana, além de todo dia ter o bom e velho PF que vem com arroz, feijão, ovo frito, salada e farofa que sai por R$ 29,00. Nos fins de semana, o foco é o almoço com feijoada aos sábados e espetinho aos domingos, sempre acompanhados por uma programação musical nacional do gosto dos brasilienses. Caso o consumidor não queira pratos completos, há muitos quitutes e lanches para o tira-gosto, com opções vegetarianas também.

 

Programação semanal 

 

De Quinta a Domingo

  • Quintas, 18h às 21h: Luizão é Forró Du Bom (forró pé de serra)
  • Sextas, 18h às 21h: DJ com música brasileira
  • Sábados, 13h às 17h: Grupo Mariwô (samba de raiz)
  • Domingos, 13h às 17h: Enio Lima & Gustavo Neto – Os Caras do Modão (moda de viola caipira) 

 

Pratos da semana: R$ 38,00 todos os dias

Segunda do Contra: Bife de contra filé, arroz, feijão, fritas e salada.

Terça a Parmegiana: Parmegiana de filé de frango, arroz e frutas (com opção vegana).

Rabada da Quarta: Rabada com agrião, pirão, arroz, e saladinha.

Quinta quilombola: Coxa e sobre coxa de frango, angu de milho fresco, arroz, feijão e saladinha.

Vaca Atolada na Sexta: Costela cozida com mandioca, arroz, feijão, farofa e salada.

Sábado da Feijuca: Feijoada completa (com opção vegana).

Domingo Tropeiro: Espetinho a escolha, feijão tropeiro, ovo frito, arroz, vinagrete e farofa.

 

Serviço

Commercial São Benedito

Endereço: SCRN 704/705, Bloco E – na sombra da melhor gameleira da cidade
Funcionamento: Todos os dias de 9h às 21h
Instagram: @commercialsaobenedito

 

Mais Atrações na Cidade

Warung Tour Brasília 2024_DeBoa Brasília

Warung Tour Brasília

Warung Tour 2024 desembarca em Brasília, no dia 20 de julho, em local ainda secreto. Garanta aqui seu ingresso com desconto exclusivo!

Exposição Silenciado Pelo Destino_DeBoa Brasilia

Exposição Silenciado Pelo Destino

Brasília recebe, de 14 de junho a 7 de julho, a Exposição Silenciado Pelo Destino do artista Odrus, no Espaço Cultural Renato Russo. Saiba mais aqui!

Festival CoMA_DeBoa Brasilia

Festival CoMA 2024

Entre os dias 3 e 11 de agosto, o CCBB Brasília recebe o Festival CoMA com Ana Cañas, Alceu Valença, Criolo, Brisa Flow, Tássia Reis e outros. Saiba mais aqui!

Depeche Mode Experience em Brasília_Deboa Brasilia

Depeche Mode Experience em Brasília

Dia 30 de Junho acontece o Depeche Mode Experience, a principal banda tributo ao DEPECHE MODE, em Brasília, no Centro De Convenções Ulysses Guimarães. Confira!

Praça Junina do JK Shopping_Deboa Brasilia

Praça Junina do JK Shopping

Com entrada gratuita nos dias 21, 22, 28 e 29 de junho, o JK Shopping promove ”Praça Junina” com gastronomia típica, atrações musicais e muita diversão! Confira!