MENU
ENTRAR •••••
CADASTRAR •••••

DeBoa no Cinema: Planeta dos Macacos: A Guerra

planeta-dos-macacos
Michel Toronaga escreve crítica sobre Planeta dos Macacos: A guerra que já está nos cinemas! Dá só uma olhada!
Data: Já em exibição nos cinemas
Local:

Drama dita o tom de Planeta dos Macacos: A Guerra

*Por Michel Toronaga- micheltoronaga@cine61.com.br

Em 2011, Planeta dos Macacos: A Origem contou como é que os primatas começaram a dominar a Terra. Com drama e um pouco de ação, o longa-metragem dirigido por Rupert Wyatt mostrou como um medicamento para a cura do Mal de Alzheimer e a ação de humanos gananciosos acabaram desencadeando um perigoso vírus que matou quase toda a população. Planeta dos Macacos: O Confronto foi a continuação que, em 2014, focou no embate entre os sobreviventes e os primatas.

MV5BNmNhZDczNGUtMTU0NS00N2E3LWIzMjAtMGEyY2Y5MTM4YWM5XkEyXkFqcGdeQXVyNDg2MjUxNjM%2540._V1_SX1777_CR0%252C0%252C1777%252C838_AL_

Cada vez mais inteligentes, os macacos tentam viver em paz nas florestas, longe dos conflitos. Porém os humanos, liderados por um cruel coronel (Woody Harrelson, de Zumbilândia), querem exterminar os animais. É mais ou menos neste contexto que estreia nos cinemas agora a terceira parte da trama: Planeta dos Macacos: A Guerra. O mais novo capítulo da saga de Caesar, líder nato dos símios, é o mais emotivo da série até o momento.

MV5BMjQ4NjY5MzM4N15BMl5BanBnXkFtZTgwMDUwODM4MjI%2540._V1_SX1500_CR0%252C0%252C1500%252C999_AL_

Vítima da violência, Caesar é consumido pela vingança e decide fazer justiça com as próprias mãos. Ele vai numa jornada muito perigosa acompanhado por amigos, que não querem que ele se arrisque. Desde o princípio o público torce pelos macacos, que protagonizam e aparecem em cena em praticamente todas as cenas. O principal tema da produção é o questionamento do que é ser humano, isto é, aquilo que diferencia as pessoas dos animais.

MV5BNzY1YjU0NzctMDhlNi00MjYxLWJjZTMtODNiYjQ3NGE4MmEyXkEyXkFqcGdeQXVyNDg2MjUxNjM%2540._V1_SX1777_CR0%252C0%252C1777%252C833_AL_

Com efeitos especiais incríveis, Planeta dos Macacos: A Guerra tem direção de Matt Reeves (Cloverfield: Monstro). O filme consegue se sair melhor que o anterior. Apesar do título transmitir uma ideia de ação sem parar, é um longa mais dramático. Há espaço para explosões e tiroteios, além de um final grandioso e épico. Mas o que chama a atenção mesmo são os momentos de ternura, de luto e de compaixão – sutilezas que teoricamente não condizem com seres selvagens. O grande problema é que são coisas cada vez mais raras entre pessoas sem alguma empatia.

Cotação do Cine61: 4 estrelas

Fonte: http://www.cine61.com.br/

Onde assistir?

Então agora tá na hora de correr para as telonas e conferir esse show de filme, né? Clique aqui e confira a programação de cinema completa da cidade!

Veja aqui o trailer do filme:

••••••••••

Cadastre-se no DeBoa.Com e receba e-mails com as melhores festas, shows, boates, agenda cultural e dicas de Brasília.

••••••••••

Deixe um comentário

*

publicidade

publicidade

••••••••••

publicidade

••••••••••
DESTAQUE
A Autópsia De Um Beija Flor – 66% de Desconto

A Autópsia De Um Beija Flor – 66% de De...

O espetáculo A Autópsia de Um Beija Flor fica em cartaz do dia 5 a 27 de Agosto com 66% de desconto para que... Mais

Como Não Arruinar o Seu Relacionamento – 66% de Desconto

Como Não Arruinar o Seu Relacionamento –...

O espetáculo Como N]ao Arruinar o Seu Relacionamento em cartaz no dia 10 de Setembro com 66% de desconto para... Mais

Uma Noite Dessas – 55% de Desconto

Uma Noite Dessas – 55% de Desconto

O espetáculo Uma Noite Dessas fica em cartaz nos dias 26 e 27 de Agosto com 55% de desconto para quem imprimi... Mais

O Espaço Teatral irá oferecer aulas experimentais gratuitas

O Espaço Teatral irá oferecer aulas experimen...

No Mês de Agosto, em Brasília, O Espaço Teatral irá oferecer aulas experimentais gratuitas. Não perca!... Mais

Tardes Divertidas no JK Shopping

Tardes Divertidas no JK Shopping

No mês de Agosto acontece, em Brasília, as Tardes Divertidas no JK Shopping. Confira!... Mais