MENU
ENTRAR •••••
CADASTRAR •••••

Brasília Brinquedo de Ler

brasilia-brinquedo-de-ler-foto-nathalia-britto-2
De 28 de Abril a 02 de Junho, acontece o Brasília Brinquedo de Ler, no Gramadão do Panteão da Pátria, em Brasília. Confira!
Data: De 28 de Abril a 2 de Junho, Sempre aos Sábados
Hora: Às 15h e às 17h
Local: Gramado do Panteão da Pátria - Centro Cultural 3 Poderes - Praça dos Três Poderes

Sobre Brasília Brinquedo de Ler

Já imaginou juntar teatro, contação de histórias e design em uma abordagem que une Brasília e a primeira infância a partir do olhar poético presente no brincar? Esta é a proposta do projeto “Brasília Brinquedo de Ler”, que ocupa o gramado do Panteão da Pátria (Centro Cultural 3 Poderes) em todos os sábados de 28 de abril a 2 de junho, em duas sessões, sempre às 15 e às 17 horas, com entrada franca.

“O entendimento é só um brinquedo da imaginação”, é o que diz a personagem Leleta em Brasília Brinquedo de Ler. Com este ponto de partida, o espetáculo aborda Brasília através do olhar imaginativo do brincar. Dois personagens experimentam as infinitas possibilidades dos seus brinquedos de papel e compartilham entre si e com o público os seus sonhos, repletos de humor e encantamento, sobre a cidade onde vivem.

A narrativa desta dramaturgia trata da relação destes personagens metaforicamente inspirados em Lúcio Costa e sua esposa Julieta Guimarães, que eram grandes companheiros. O projeto de Brasília, frequentemente comparado a um avião, foi na verdade inspirado em uma borboleta: homenagem de Lúcio Costa à sua esposa, a quem o urbanista chamava carinhosamente de Leleta. Ao refletir sobre esta relação pessoal que se estendeu ao espaço, a diretora Ana Flávia Garcia provocou o multiartista Gabriel Guirá a pensar na fusão entre dramaturgia e design, considerando as perspectivas poéticas da criação de Brasília e suas estéticas urbanísticas e arquitetônicas.

Sobre Brasília Brinquedo de Ler

É um dos primeiros projetos contemplados na modalidade Ocupação de Espaços Públicos do FAC – Fundo de Apoio à Cultura do DF, como comenta Ana Flávia Garcia: “O FAC apresentou em 2016 essa inovação em seu edital, promovendo ações de Ocupação Artística em diversos pontos da cidade. Acredito com bastante convicção que esta é uma demanda representativa da expressão artística contemporânea, oportunizando tanto a experimentação das obras em espaços públicos, quanto a atualização dos desejos do público em frequentar estes espaços a partir desse intercâmbio de linguagens.”

E sobre essa relação entre o espaço público e a arte, o projeto, que é voltado para crianças de 3 a 6 anos, considera também a relação entre a infância e a noção de território, como completa Gabriel Guirá: “Enquanto artista e pesquisador da infância, me provoca o fato de que nos centros urbanos, onde temos imagens tão prontas e massivas, a capacidade anímica das crianças muitas vezes nos parece distante. Porém, se admitimos que essa é uma capacidade inata e que a criança possui o seu lugar enquanto cidadã, compreendemos que a cidade é também território de criança, que ela é capaz de dialogar com os espaços e de identificar os provocadores de sua ludicidade. O vazio, o ócio e o nada por exemplo, tornam-se telas brancas para que as mesmas tracem com autonomia os seus projetos de brincar.”

Brasília Brinquedo de Ler se apresenta como uma ação de fruição integrada dividida em dois momentos: primeiro a apresentação do espetáculo e em seguida a interação, no qual ocorrerá a livre experimentação das crianças com os brinquedos criados por Gabriel Guirá. Esses brinquedos são originados de ilustrações e dobraduras cujo design remete à estética de Brasília e se tornam instrumentos de uma narrativa autoral em um diálogo poético entre o real e o imaginário da criação da cidade. “Esse é um projeto em que a identidade territorial, a poética infantil e o brincar livre surgem como os verdadeiros três poderes. Um espetáculo que chamo de imaginopoético, no qual convidamos o público a projetar, construir e ocupar livremente uma cidade inteira no território dos sonhos.” destaca Gabriel Guirá, reafirmando que as crianças têm autonomia para criar suas próprias narrativas a partir da leitura visual múltipla que esses objetos oferecem. “Estará assegurado neste trabalho, o espaço da subjetividade e da poesia para facilitar a livre narrativa desse público tão deliciosamente poroso à experimentação estética.”, conclui Ana Flávia Garcia.

Ingressos

  • Evento Gratuito

O público é ilimitado, em quantidade e idade, mas para a interação com os brinquedos cada sessão comporta no máximo 15 crianças (3 a 6 anos), mediante agendamento prévio (por e-mail: [email protected] ou pelo WhatsApp: (61) 99997-5969)

*Valores dos ingressos sujeitos à alterações sem aviso prévio.

Mais Informações

••••••••••

Cadastre-se no DeBoa.Com e receba e-mails com as melhores festas, shows, boates, agenda cultural e dicas de Brasília.

••••••••••

Deixe um comentário

*

publicidade

publicidade

••••••••••

publicidade

••••••••••
DESTAQUE
Workshop de Microexpressões

Workshop de Microexpressões

Dia 28 de Abril acontece, em Brasília, o Workshop de Microexpressões Confira!... Mais

Reinauguração do Pinella

Reinauguração do Pinella

Para a alegria da nação, o Pinella, queridinho do Baixo Asa Norte, abriu as portas em março. Após 23 dias ... Mais

Jeronimo Smash Burger chega a Brasília

Jeronimo Smash Burger chega a Brasília

Terceira unidade da hamburgueria abre nesta quinta-feira, às 18h, no Pier 21, trazendo sabor e muita tecnolog... Mais

Restaurante Universal lança Prato da Boa Lembrança 2018

Restaurante Universal lança Prato da Boa Lemb...

Mignon ao Melaço traz um pouco da memória de infância de Mara Alcamim e homenageia o saudoso Zuu, comandado... Mais

III Encontro de troca de figurinhas do álbum oficial da Copa do Mundo 2018

III Encontro de troca de figurinhas do álbum ...

Dia 28 de Abril acontece, em Brasília, o III Encontro de troca de figurinhas do álbum oficial da Copa do Mun... Mais